DENTISTA É ESFAQUEADO NO BAIRRO SÃO JOSÉ
Vítima de 36 anos foi atingida no pescoço, mas não quis representar criminalmente contra o agressor

Publicado por Patrícia di Sanctis

No dia: 11/08/2017 às 11h48 - Última atualização: 11/08/2017 às 11h52

Um dentista de 36 anos, foi esfaqueado na noite desta quinta-feira (10), na região do bairro São José, em Americana. Ele foi atingido no pescoço e socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

O caso foi atendido por uma equipe da Ronda Municipal Especial Preventiva (Romep) da Guarda Civil Municipal (GCM), após receber um pedido de apoio do Corpo de Bombeiros.

A vítima estava em um imóvel com um ferimento no pescoço e foi socorrida para o Hospital Municipal Doutor Waldemar Tebaldi.

Pelas proximidades da residência, equipes da GCM localizaram um suspeito em estado alterado e armado com uma faca. Após negociação, o homem de 38 anos foi desarmado pelos patrulheiros Edson, J. Eduardo, Bruno e Washington.

Segundo a GCM, o suspeito seria levado para uma clínica de recuperação em Ribeirão Pires (SP), e para não ser internado atingiu um dos responsáveis pelo estabelecimento.

O dentista sofreu um corte sem gravidade e não quis representar criminalmente contra o suspeito. O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ).

DENTISTA É ESFAQUEADO NO BAIRRO SÃO JOSÉ
Vítima de 36 anos foi atingida no pescoço, mas não quis representar criminalmente contra o agressor

Publicado por Patrícia di Sanctis

No dia: 11/08/2017 às 11h48 - Última atualização: 11/08/2017 às 11h52

Um dentista de 36 anos, foi esfaqueado na noite desta quinta-feira (10), na região do bairro São José, em Americana. Ele foi atingido no pescoço e socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

O caso foi atendido por uma equipe da Ronda Municipal Especial Preventiva (Romep) da Guarda Civil Municipal (GCM), após receber um pedido de apoio do Corpo de Bombeiros.

A vítima estava em um imóvel com um ferimento no pescoço e foi socorrida para o Hospital Municipal Doutor Waldemar Tebaldi.

Pelas proximidades da residência, equipes da GCM localizaram um suspeito em estado alterado e armado com uma faca. Após negociação, o homem de 38 anos foi desarmado pelos patrulheiros Edson, J. Eduardo, Bruno e Washington.

Segundo a GCM, o suspeito seria levado para uma clínica de recuperação em Ribeirão Pires (SP), e para não ser internado atingiu um dos responsáveis pelo estabelecimento.

O dentista sofreu um corte sem gravidade e não quis representar criminalmente contra o suspeito. O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ).