Maioria dos estados avança nos planos de retomada econômica

A maioria dos estados tem avançado nos planos de retomada econômica e estão gradativamente voltando as atividades. Os dados são de um acompanhamento que vem sendo realizado pela Agência Brasil, desde o início do plano criado pelo governo.

Retomada deve ser realizada gradativamente (Imagem: Agência Estado)

Há cerca de quatro meses, a pandemia do novo coronavírus impôs o isolamento social. Para tentar conter o avanço do número de casos e mortes por Covid-19, os governos dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal criaram planos que definem a retomada gradual das atividades econômicas.

Publicidade:

Por essa razão, a Agência Brasil vem acompanhando, quinzenalmente, a execução desses planos. No final de junho, foi publicado o primeiro levantamento e, no início de julho, o segundo.

Planos de retomada econômica

Em suma, os planos de retomada econômica levam em consideração o número de infectados, óbitos, leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis e respiradores.

Com efeito, a maioria dos estados também classificou as atividades de acordo com a importância econômica e o risco de disseminação do vírus que apresentam.

A partir do cruzamento desses indicadores, os planos de flexibilização enquadram os municípios em diferentes fases ou etapas. A evolução dos indicadores, amplia a abertura econômica ou, em caso de piora nos indicadores, pode também retroceder para etapas de maior isolamento.

Nos últimos 15 dias, por exemplo, estados como Rio de Janeiro, Pernambuco e Ceará, tiveram avanços no cronograma.

Em Alagoas, uma nova progressão está prevista para ter início hoje. A capital do estado, Maceió, por exemplo, entrará para a fase Amarela, de Distanciamento Social Controlado.

Isso é, bares e restaurantes poderão funcionar com 50% da capacidade e que shoppings centers, galerias e centros comerciais também poderão abrir as portas.

Brasília também avançou na flexibilização do isolamento e reabriu bares e restaurantes, na semana passada.

Já no Maranhão, por exemplo, as medidas de isolamento estão mantidas e a previsão é de que não haja alteração no cenário pelo menos até agosto.

Em Sergipe, uma decisão da Justiça Federal, tomada no último dia 8, suspendeu a primeira fase da retomada da economia. O estado afirma que recorreu da decisão.

São Paulo

O governo de São Paulo anunciou na sexta-feira (17) que as provas de motociclismo e automobilismo poderão ser retomadas no estado. Isso é válido em cidades que estejam na fase 3 – amarela do Plano São Paulo.

Entretanto, para que isso ocorra, tais cidades deverão seguir uma série de protocolos sanitários estabelecidos pelo governo paulista e só serão realizadas com ausência de público.

O plano de retomada econômica do estado, chamado Plano São Paulo, é dividido em cinco fases. No máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) às etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul).

Atualização do Plano SP feita em 17 de junho (Imagem: Divulgação)

O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões, cada uma classificada em uma fase.

De acordo com a última atualização do plano, divulgada na sexta-feira (17), apenas sete regiões do estado estão na fase 3 – amarela, que permite a reabertura de bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade e expediente diário de até seis horas.

Além da capital paulista, estão na fase amarela a Baixada Santista, Registro e quatro sub-regiões metropolitanas: sudoeste, sudeste, leste e oeste.

Região

Já a região de Piracicaba teve piora em seus indicadores e vai voltar a fechar o comércio, mantendo-se em quarentena e só poderá abrir serviços considerados essenciais.

A região estava classificada, no último dia 10, na fase 2 – laranja do Plano São Paulo, mas no dia 16, a taxa de ocupação de vagas por pacientes em estado grave com covid-19 atingiu 84,6% na região.

Por fim, com exclusão de Piracicaba, as demais regiões do estado mantiveram-se na condição da semana passada.

A saber, a região de Campinas que abrange os municípios de Americana e Santa Bárbara d’Oeste, também se manteve na fase vermelha do plano.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade: